Atividade – Mergulho 2018-01-05T19:37:25+00:00

Mergulho

O mergulho recreativo SCUBA (Self Contain Under Water Breathing Apparatus ou Equipamento de mergulho autonomo) é uma atividade de aventura que pode ser realizada por praticamente todo mundo. Os limites que se impõe são quanto a algumas doenças que o praticante não pode ser portador (como asma e diabetes por exemplo) e de idade mínima (10 anos). Existem mergulhadores em atividade com mais de 60 anos, inclusive instrutores. Pessoas com deficiência física e mental também podem mergulhar, mas devem procurar um profissional especializado para melhor atendê-los.

Existem algumas modalidades de mergulho:

  • Snorkeling – É a modalidade mais difundida de mergulho, os praticantes usam somente equipamentos básicos (máscara, nadadeiras e snorkel). E ficam sempre à linha d'água.
  • Free Dive – E a modalidade realmente esportiva do mergulho. Os praticantes utilizam somente o ar dos pulmões e permanecem o maior tempo possível debaixo d'água.
  • SCUBA recreacional – É a modalidade SCUBA mais difundida, os praticantes utilizam equipamento de respiração subaquática autônomo e tem limitações de tempo baseadas no consumo do ar e também em tabelas de mergulho. O limite máximo de profundidade para esta modalidade é de 40 metros e só pode ser praticado em águas abertas. Por ter treinamento obrigatório e ótimas estruturas para operação turística de mergulho, esta modalidade tem ótimos índices de segurança.
  • Mergulho Técnico – É a modalidade que abrange as áreas que ficam fora dos limites do mergulho recreativo, vão abaixo de 40 metros, utilizam misturas gasosas diferentes do ar, vão a ambientes com teto (cavernas e naufrágios) e podem ficar fora dos limites não descompressivos das tabelas fazendo paradas para descompressão.
  • Mergulho Profissional – Nesta atividade o objetivo do mergulhador deixa de ser de lazer/turístico e passa a ser uma atividade profissional como, por exemplo, os mergulhadores de exploração de petróleo. Para saber mais sobre esta modalidade deve se entrar em contato com as entidades de ensino de mergulho profissional (SESC).

Equipamento de Segurança

Mergulho Livre

  • Máscara
  • Snorkel
  • Nadadeiras
  • Roupa de proteção
  • Cinto de lastro

Mergulho SCUBA recreativo

  • Capacete com iluminação elétrica ou;
  • Mascara
  • Snorkel
  • Nadadeiras
  • Roupa de proteção
  • Cinto de lastro
  • Cilindros de alta pressão
  • Regulador
  • Octopus (regulador reserva) – obrigatório
  • Colete equilibrador – obrigatório
  • Manômetro – obrigatório
  • Profundímetro – obrigatório
  • Existem vários outros equipamentos utilizados em mergulho SCUBA, para saber mais sobre estes entre em contato com o seu instrutor de mergulho.

Mergulho

Boa prática 1

Ao fazer mergulho, evite ao máximo estar sozinho. Mergulhar em grupo aumenta suas chances de sobrevivência.

Mergulho

Boa prática 2

Leve consigo um bóia ou uma estrutura que flutue. O equipamento é muito útil ao servir de apoio para descanso ou para ser usado em caso de emergência.

Mergulho

Boa prática 3

Respeite sempre o limite de seu organismo! Atente-se para os sinais do seu corpo. Se tiver problemas para compensar os ouvidos, não insista. Descanse um pouco antes de uma nova tentativa.

Principais riscos da atividade

  • No mergulho recreativo os riscos são muito pequenos quando se tem o treinamento adequado e a atitude correta. Saber gerenciar os riscos da atividade é uma das principais características de um mergulhador. A evolução dos equipamentos e das técnicas vem ajudando a atividade a manter excelentes recordes de segurança.
    O mais importante a frisar em relação aos riscos da atividade, é que sem o treinamento adequado não se deve mergulhar. Não mergulhe além dos limites para que recebeu treinamento, não mergulhe sem equipamento de segurança obrigatório e nunca mergulhe sozinho. Seguindo estas regras o mergulho será uma atividade extremamente prazerosa e relaxante.

Dicas de Segurança

  • Nunca mergulhar sozinho;
  • Nunca mergulhe sem equipamento obrigatório de segurança;
  • Nunca ultrapasse os limites para os quais recebeu treinamento adequado;
  • Mantenha-se dentro dos limites das tabelas de mergulho;
  • Mantenha-se em boa forma física;
  • Conheça o equipamento que está utilizando;
  • Rode sempre o diagnóstico sobre o seu mergulho;
  • Converse sobre procedimentos de segurança com a sua dupla antes de iniciar o mergulho;
  • Respire calma e constantemente durante todo o mergulho.

Códigos de conduta
Participantes e prestadores de serviços:

  • O participante de qualquer programa de mergulho autônomo deve ter preenchido ao menos uma ficha de ocorrências médica;
  • O prestador do serviço deve obter a autorização por escrito dos pais ou responsáveis no caso de usuários menores de 18 anos;
  • Antes de iniciado o mergulho, o prestador de serviço deve passar aos usuários um briefing completo falando sobre as regras especificas para aquele mergulho, sobre os procedimentos de segurança e as regras da embarcação (quando utilizada);
  • O participante e o prestador de serviço devem estar munidos de equipamento de segurança obrigatório;
  • O prestador de serviço deve verificar o nível de certificação dos participantes e autoriza-los a mergulhar somente dentro dos limites que seu nível de treinamento permite;
  • O prestador de serviço tem que estar certificado em um nível de liderança compatível com o serviço prestado e em dia com suas obrigações em relação a sua certificadora;
  • O prestador de serviço deve ter um curso de primeiros socorros válido.

A embarcação:

  • No caso de o prestador de serviços utilizar uma embarcação, esta deve ter alguns requisitos mínimos, que também devem ser levados em conta em uma operação de mergulho que não utilize um barco como ponto de partida;
  • A embarcação deve obrigatoriamente ter um kit de Oxigênio medicinal para emergências a bordo;
  • A embarcação deve ter um kit de primeiros socorros a bordo;
  • A embarcação deve ser adaptada para utilização por mergulhadores, facilitando o acesso destes a água e o seu retorno a bordo;
  • Em todas as operações de mergulho é obrigatório que ao menos um profissional de mergulho certificado esteja a bordo;
  • A embarcação de mergulho deve ter uma sinalização correta para que as demais embarcações saibam que existem mergulhadores na água;
  • Durante o mergulho deve sempre ter um marinheiro a bordo.

Equipamento

O Participante de qualquer atividade de mergulho SCUBA deve estar utilizando no mínimo os seguintes equipamentos:

  • Máscara;
  • Snorkel;
  • Roupa de proteção;
  • Cilindro;
  • Regulador;
  • Octopus;
  • Colete equilibrador;
  • Manômetro;
  • Profundímetro

Supervisão das atividades

  • Um mergulhador certificado pode praticar a atividade acompanhado somente de seu dupla. Mas é extremamente aconselhável que o faça utilizando o apoio de uma operadora de mergulho certificada;
  • Já os participantes de cursos ou de programas de experiência (batismo ou similar) devem estar sempre acompanhados de seus instrutores;
  • Antes de qualquer mergulho o condutor deve repassar os procedimentos de segurança e os avisos pré-mergulho;
  • O profissional responsável deve estar sempre atento ao comportamento dos participantes para que possa prevenir possíveis problemas;
  • Ao final de cada mergulho deve ser feita uma chamada para que o profissional possa constar a presença de todos os participantes antes de seguir para qualquer outro ponto;
  • O condutor deve auxiliar os menos experientes na montagem e verificação de seus equipamentos e, para os que estão participando de programas de experiência, o profissional deve montar e demonstrar a utilização do mesmo;
  • O condutor é o responsável por todos os equipamentos alugados pelos participantes, devendo substituí-los em caso de pane.
O mergulho recreativo SCUBA é uma atividade que envolve um determinado risco e, para aprender a lidar com este risco, o candidato a mergulhador deve antes de iniciar suas atividades procurar treinamento adequado. Este treinamento pode ser oferecido por um instrutor de uma das agências internacionais de certificação de mergulho como ,por exemplo, PDIC, SSI, PADI, NAUI e CMAS (para entender melhor as certificadoras visite o site do WRSTC (World Recreational Scuba Training Council).

Sem este treinamento o mergulhador não estará apto a comprar equipamentos, mergulhar sem supervisão direta de um instrutor e, acima de tudo, colocará sua própria vida em risco por não compreender as mudanças a que seu corpo é exposto nesta atividade.

Ao procurar treinamento, é importante que o candidato a mergulhador observe algumas importantes características do curso oferecido, como duração, certificação do instrutor, qualidade do material didático oferecido, qualidade e configuração do equipamento de mergulho a ser utilizado durante o curso, estrutura de suporte ao ensino de mergulho (piscina, embarcação a ser utilizada, local de aula e etc) e certificação recebida ao ser aprovado no treinamento.

Desconfie de cursos muito mais baratos que os demais pesquisados. Desconfie de cursos de curta duração. Procure saber se nestes casos a certificação oferecida é a de sua escolha (como por exemplo, se você poderá mergulhar com ou sem supervisão direta de um instrutor após o termino do curso).

Coluna do Especialista

    Você é prestador de turismo?

    Conheça as normas de segurança, certifique-se e seja nosso parceiro!

    Vai viajar?

    Confira dicas de lugares para a prática do Mergulho:

    A extensão da costa brasileira e a quantidade de rios e lagos em meio à natureza fazem do país um lugar perfeito para a prática do mergulho, temos diversos lugares a serem explorados:
    • Manaus – AM
    • Fortaleza – CE
    • Natal – RN
    • Recife – PE
    • Bonito – MS
    • Santarém – PA
    [/fusion_builder_column_inner]
    • Rio de Janeiro – RJ
    • Litoral Santista – SP
    • Brotas – SP
    • Socorro – SP
    • Florianópolis – SC
    • Manaus – AM

    Princípios de primeiros socorros


    • Invista em prevenção: tenha material de boa qualidade, faça cursos de primeiros socorros e exija que os guias e marinheiros tenham noções de primeiros socorros.
    • Em caso de acidente, sinalize o local e procure torná-lo seguro. Não se torne mais uma vítima.
    • Não mexa no acidentado, a menos que você tenha o conhecimento necessário.
    • Chame ajuda, acionando a marina, clube ou entidade desportiva náutica.
    Mais informações:

    PDIC (Professional Diving Instructors Corporations)
    
PADI (Professional Association Diving Instructors)
    NAUI (National Association of Underwater Instructors)
    WRSTC (World Recreational Scuba Training Council)

    Para verificar se uma empresa de turismo é registrada, consulte o site do Ministério do Turismo www.cadastur.turismo.gov.br