Loading...

APRENDIZADO E CAPACITAÇÃO

Entre os dias 25 a 28 fevereiro de 2019, ocorreu a 2ª edição do curso de “Competências Básicas do Condutor de Turismo de Aventura. ABNT NBR 15.285 – Líderes Competência de Pessoal”, em Florianópolis.

O curso foi organizado por Luis Marcelo Rodrigues, Diretor Técnico da “Nomas – Descobrir é Preciso” e parceiro Férias Vivas. Com a participação de guias turísticos e outros profissionais da área de turismo,  buscou capacitar e mostrar para os profissionais presentes, a importância da segurança nas atividades, usando de recursos baseado nas Normas Técnicas ABNT, como boas práticas seguras de condução nas atividades de turismo de aventura.

Além disso, o curso visou aprimorar as habilidades dos condutores, como liderança, planejamento, análise de riscos e resolução de crises, entre outras técnicas indispensáveis para o exercício de suas atividades.

SEGURANÇA É O DIFERENCIAL

O conhecimento das normas e leis que englobam o turismo no Brasil é muito importante. Os profissionais que trabalham aplicando as mesmas possuem um diferencial, e se tornam exemplos de comprometimento no trabalho exercido e no cuidado com os clientes.

Projetos como esse mostram o quão necessário é para os profissionais terem esses conhecimentos e aplicá-los em suas atividades.

“A Nomas conseguiu expressar a importância da segurança no Turismo em geral, dando ênfase às regras da ABNT, necessárias para um profissional de excelência, preocupando-se com o aprendizado dos participantes. As saídas em campo também especial. Recomendo, muito bom”.

VERA REGINA MACHADO, Bombinhas, SC

“Como pesquisador em Arqueoastromia e idealizador/monitor de uma trilha Arqueológica, aprendi no curso (…) que devemos ter todo cuidado na condução de pessoas, e para isso fazer planejamento das atividades, fazer perícia do percurso de antemão, prever possíveis riscos de acidentes e recorrer às Normas da ABNT  NBR 15.285 para proporcionar um turismo de qualidade, sustentável e com segurança. Aprendi também que existe o código de conduta de atividades turismo e lazer, por meio da publicação da Associação Férias Vivas, e um aplicativo para denunciar ou elogiar atividades vinculadas ao turismo e lazer”.

ADNIR ANTONIO RAMOS, Florianópolis, SC

“O Curso de Competências Básicas do Condutor de Turismo de Aventura amplia nossa visão e os conhecimentos deste segmento do turismo. A constatação indiscutível da necessidade de adequação das estruturas usadas para essas atividades e a qualificação da mão de obra se torna uma constante ao longo do curso. O alerta para a adoção de práticas seguras, a necessidade de conhecimento técnico e das normas de referência são também um ponto forte. O estudo sobre Gestão de Riscos nesta capacitação vale-se de ferramentas na forma de planilhas para avaliação das atividades de aventura: os riscos envolvidos, probabilidades de ocorrências de acidentes, possíveis danos e consequências – relacionados a diferentes níveis; opções de tratamento e o controle operacional necessário como o uso de equipamentos de segurança e ou procedimentos indispensáveis para as diversas operações. Num ambiente de acolhimento e companheirismo, adquiri muito conhecimento sobre o turismo de aventura, sempre com vistas a aumentar a segurança dos participantes e ao crescimento deste segmento do turismo no nosso país. Curso excelente! O Luis passa muita informação que certamente irei aplicar nas minhas próximas atividades. Experiência enriquecedora que levo para a vida!”

LUCENA ROSA SANGINETO, Porto Alegre, RS

“A capacitação na gestão de riscos no Turismo de Aventura proporcionou um olhar mais crítico sobre os perigos desta atividade; ajudando nas definições técnicas de formas de detecção e tratamento do problema. As ferramentas irão minimizar a probabilidade de danos de todos graus causados aos participantes desta atividade, poupando vidas, impacto familiar e custos sociais.”

THOMAS OSTERMAYER, Campo Alegre, SC

“Busquei no Curso de Competências Básicas do Condutor de Turismo de Aventura -ABNT NBR 15.285 ampliar meus conhecimentos a fim de estar capacitado nas normas técnicas que regulam esta atividade. Minha empresa atua neste mercado desde 2005 e por critérios de responsabilidades com os clientes, desenvolvemos o sistema dois “SS” (Segurança e Satisfação) com o qual mantemos ZERO registro de acidentes. O professor Luis demonstrou estar bem capacitado a conduzir o vasto conteúdo previsto no período.”

VLADIMIR AVRAGOV NETO, Florianópolis, SC

“Acabo de participar de um Curso de Competências Básicas em Turismo de Aventura que muito contribuiu com a minha qualificação. Fiquei bastante satisfeita com o conteúdo apresentado onde pude ter a certeza de que os excessos nos cuidados com os participantes na verdade não são excessos, e sim obrigações. Foi possível saber sobre as leis existentes no caso de cometimento de imperícia, imprudência e negligência e que existem normas rigorosas a serem cumpridas para quem quer atuar nesse segmento, e também pessoas dedicadas em passar essa missão para frente.  O nosso foco é o ecoturismo e o turismo de base comunitária tendo a bicicleta como ferramenta dessa vivência . Recebo desde ciclistas superexperientes até pessoas que não estão acostumadas em transitar com a bicicleta em espaços abertos. Também estrangeiros de vários cantos do mundo com culturas muito diferentes. Então, além da extensa preleção que necessariamente deve ser realizada, é imperativo avaliar sobre a capacidade do participante em realmente poder participar daquela atividade. No curso ficou claro que para minimizar os riscos é extremamente importante que, além das qualificações necessárias aos fornecedores de serviço, a informação sobre as normas e riscos compreendidos nas diversas atividades cheguem ao maior número de participantes possível, de forma que possam escolher os melhores serviços e não se aventurarem pagando com a vida”.

MARLI LUISA JUAREZ Y SALES, Florianópolis, SC

ÚLTIMOS ARTIGOS

O Preço Que O Turista Paga Pela Negligência De Alguns Profissionais Irresponsáveis

O DESCASO COM DUAS VIAJANTES NA CHAPADA DOS VEADEIROS Durante [...]

Os Desafios Dos Resgates Nas Cachoeiras

ACIDENTE FATAL No dia 20/02/2019, no Parque Nacional da Chapada [...]

Implementação Da Norma ISO 21.101 Em Cusco

JUNTOS EM PROL DA SEGURANÇA NO TURISMO EM CUSCO Na cidade [...]

Segurança Nas Trilhas

PROJETO DE LEI O Projeto de Lei 10645/18, criado pelo [...]