Loading...

TODA VIAGEM ENVOLVE RISCOS

A Associação Férias Vivas inicia o debate sobre a importante participação dos criadores de conteúdo na prevenção de acidentes no turismo nacional. A preocupação não é para menos: 93% dos acidentes ocorreram em lugares sem qualquer sinalização de risco.

A iniciativa partiu da equipe de voluntários que percebeu oportunidades para lidar de forma natural e sem tabus com as deficiências na segurança de alguns destinos.

A atual situação de pandemia trouxe fortes mudanças para o mercado de turismo como um todo – e os criadores de conteúdo também estão sendo impactados pelas novas tendências! Hoje, a segurança passou a ser o requisito principal em qualquer viagem. O fechamento das fronteiras e a adoção de novos protocolos abriram os olhos dos turistas sobre a importância da segurança durante a viagem, seja com a própria saúde, com a escolha de destinos responsáveis ou com a troca colaborativa de informações. No Brasil, a preocupação não é à toa. Ainda falta infra-estrutura de apoio para emergências em todos os destinos e a prática de falar abertamente sobre os riscos ainda é incipiente. Nossa postura deve ser ativa como turista e como influenciador para jogar uma luz sobre a temática de forma fundamentada.

Neste contexto, a Associação Férias Vivas tem muito a contribuir. Criada em 2002 por uma rede de profissionais de gestão da segurança em atividades de turismo, a ONG possui um portfólio de ações voltado à capacitação dos empresários e profissionais de turismo, além de muito conteúdo gratuito de apoio para os viajantes. A equipe divulga aqui referências de boas práticas para trazer estes temas para o conhecimento dos criadores de conteúdo sobre viagens.

Não se esqueça de baixar o app “Eu Vivi” para Google Play

O Aplicativo Eu Vivi Esta Experiência é uma ferramenta inédita de mapeamento da segurança em atividades turísticas. Nosso objetivo é orientar o turista e os profissionais de turismo sobre a importância de identificar riscos e prevenir acidentes, garantindo, assim, segurança e tranquilidade para suas viagens.

Sua experiência foi positiva? Aproveite para valorizar o trabalho de profissionais que atuam com segurança!

Teve uma viagem frustrada? Não deixe que sua experiência seja em vão! Registre situações de risco e acidentes que você presenciou e contribua para evitar que outras pessoas virem vítimas da negligência e da falta de preparo técnico.

Agora que já conhece mais sobre nosso trabalho e sobre a importância de prevenir acidentes, vamos às boas práticas que todo criador de conteúdo de viagem pode seguir!

BOAS PRÁTICAS

1. Antes de recomendar um passeio, inclua no roteiro apenas empresas formalizadas no CADASTUR

Com certeza você já costuma incluir nas suas postagens os melhores restaurantes para jantar, as pousadas mais charmosas e os passeios mais divertidos para seus seguidores! Antes de publicar, é preciso buscar informações sobre a segurança das atividades e a capacitação dos profissionais envolvidos.

Você pode se surpreender pela quantidade de prestadores de serviços que ainda não estão regulamentados no país. Não alimente essa parcela do turismo amador, pois pode estar colocando vidas em risco.

No últimos anos, mais de 70% dos acidentes graves e fatais ocorreram devido a negligência dos profissionais contratados.

2. Infraestrutura e segurança exigem investimentos. Fuja da tentação de recomendar esquemas mais baratos ou recomendar a não contratação de guias nas trilhas.

Um preço baixo pode esconder situações irregulares que colocam a vida do viajante em risco, desde a manutenção precária de equipamentos em atividades ao ar livre até a falta de suporte em casos de emergência. Uma simples trilha envolve inúmeras situações de risco, temos inclusive uma Norma ABNT ISO que trata sobre essas situações e não faltam notícias sobre ocorrência com grupos sem preparo que se perdem ou se machucam nas matas.

3. Tire todas as suas informações diretamente com a empresa e fuja do copia e cola.

Primeiro, de forma alguma divulgue roteiros que não visitou pessoalmente. Em tempos de fake news, a atenção precisa ser redobrada. Seguindo conteúdos de outras publicações sem checar as fontes, você pode estar ajudando a veicular uma informação equivocada sobre o destino. Evite dores de cabeça futuras, esclarecendo questões diretamente com o prestador de serviço.

4. Tenha consciência de que acidentes podem ocorrer!

Toda viagem envolve riscos. Para sua segurança e de seus seguidores, informe-se antecipadamente sobre os cuidados a serem seguidos. Em geral, um bom planejamento envolve:

– Informar-se sobre a meteorologia do destino e evite condições de tempo não favoráveis.

– Respeitar seus próprios limites, preparando-se psicologicamente e fisicamente antes de praticar uma atividade.

– Atentar-se às sinalizações de perigo do local.

– Informar um amigo ou familiar sobre os seus planos e sempre levar consigo os números de emergência locais.

O mercado de turismo está se preparando para retomar as atividades, conte com a gente nessa nova fase.

Em dúvidas sobre os riscos envolvidos em um destino? Entre em contato conosco!

BLOGS DE VIAGEM PARA SEGUIR

ÚLTIMOS ARTIGOS

2020-08-12T18:02:15-03:00
Ir ao Topo