Project Description

APARECIDA DO NORTE

O QUE SABER ANTES DE IR

Com a proximidade do dia 12 de outubro se formam os grupos organizados de peregrinos caminhando rumo à Aparecida (o maior templo católico do país) nas estradas próximas e principalmente na via Dutra, principal acesso ao Santuário Nacional.

Dicas de segurança da NovaDutra para os romeiros:

1)     Utilize a Rota da Luz SP, um caminho mais seguro para os romeiros;

2)     Caminhe no sentido contrário ao do tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento;

3)     Só caminhe durante o dia. Evite caminhar à noite ou na madrugada;

4)     Use roupas claras e coloridas. Se possível, use faixas refletivas. Aumente ao máximo a sua visibilidade para os motoristas;

5)     Descanse fora da rodovia. Se houver veículo de apoio, estacioná-lo em local seguro, nunca no acostamento;

6)     Mantenha sua atenção. Rodovia é espaço para veículos, não para pedestres;

7)     Se chover, interrompa sua caminhada. Os riscos são maiores com pista molhada.

8)    Garrafas de água, chapéu e tênis para caminha, são essenciais para o conforto e hidratação.

Falar sobre integridade física ao planejar uma viagem pode parecer um exagero para quem olha o mercado de turismo de fora. Porém, quem acompanha a Associação Férias Vivas sabe que a quantidade de guias piratas, hotéis irregulares e agências negligentes é gigantesca. A Associação Férias Vivas já acompanhou mais de 3860 acidentes de turismo. Suas causas estão relacionadas à falta de sinalização, à incapacitação dos profissionais locais e à imprudência de alguns turistas.

O que mais chama atenção é que 99% dos acidentes de turismo poderiam ser evitados.

Com a quantidade imensa de empresas na web, fica difícil para nós como turistas separar as empresas que são legítimas daquelas que estão colocando sua vida em risco. Conheça a consultoria da UPack Experiências e Vivências para montar a sua viagem com tranquilidade.

A UPack Experiências e Vivências apoia a nossa causa, pois acredita que o turismo e a segurança andam de mãos dadas. Trabalhamos em parceria para que cada atividade seja planejada de modo seguro e com responsabilidade. Parte do lucro da agência de viagens é destinado para manter as ações de conscientização realizadas pela Associação Férias Vivas.

APARECIDA DO NORTE

Apesar do Santuário de Aparecida ser o ponto principal onde ocorre as maiores atividades da região, os arredores do santuário também são pontos turísticos que merecem a sua visita. O Teleférico de Aparecida é um passeio curto de em média 7 minutos, mas que oferece uma vista privilegiada do Santuário e do Morro do Cruzeiro, que é ocorre a tradicional Via-Sacra.

Um passeio muito legal na região é feito de barco, onde os visitantes navegam até a área onde a imagem da santa que dá nome ao Santuário foi encontrada. É um passeio mais tranquilo e muito especial para os fiéis.

Outro local muito visitado é a famosa Feira Livre, onde artigos religiosos e outros são comercializados em mais de 800 barracas espalhadas na região durante os finais de semana.

As celebrações na Basílica Aparecida têm sido realizadas sem a presença do público desde que a quarentena foi decretada. Os fiéis podem assistir as missas via internet ou pela televisão.

O Santuário Nacional afirma que reforçou as medidas de higienização, como a compra de novos totens de álcool em gel, bombas para higienização de grandes espaços e a aquisição de equipamentos de proteção individual para os funcionários. Além disso, afirma que houve treinamento para as equipes de atendimento direto ao público.

A grande preocupação é o risco para os pedestres que caminham no acostamento, muito próximos à faixa da direita, e nas travessias de trevos e acessos, onde o risco de atropelamentos é maior.

Veja mais detalhes sobre os pontos turísticos da região no site Guia de Aparecida .

CAMINHO DA FÉ

Uma experiência de renovação.

Para aproveitar o máximo do roteiro, o “Caminho da Fé” requer preparação física e equipe de apoio.

A Virgínia nos conta como foi sua peregrinação entre as cidades de Estiva, Sul de Minas Gerais, até a cidade de Aparecida, em São Paulo. O roteiro durou um total de 7 dias. Há também a opção de percorrer um trecho maior de 13 dias de caminhada, saindo de Águas da Prata até Aparecida. Seja qual for a sua opção escolhida, tenha em mente que a preparação no pré-viagem será essencial. Principalmente, se pensarmos no esforço físico necessário. Ela preparou um relato detalhado para ajudar na sua preparação:

“Sempre fiz atividade física e tenho um condicionamento físico muito bom para minha idade, 55 anos. Nos preparamos com diversas caminhadas urbanas em Brasília, nos Parques e nas ruas. Andávamos 10 km, 12 km, 7 km, cheguei a fazer 20 km por duas vezes, nos meses que antecederam a caminhada. Além disso, fiz aulas de treinamento funcional e musculação na academia. Mas mesmo assim foi muito mais desafiador do que imaginava.”

Conheça na íntegra o relato de viagem de nossa parceira Virgínia Miranda no site Cachoeiras Seguras. Vale a pena conhecer o site e ler mais experiências no blog do Cachoeiras Seguras, os relatos são muito bem escritos e trazem de maneira clara os riscos existentes nos locais visitados.

NOVOS PROTOCOLOS

O retorno das atividades litúrgicas aconteceu após 133 dias de templos fechados para os fiéis. O site PANROTAS informou que a visita à Basílica da Padroeira do Brasil deve seguir as recomendações já conhecidas de uso de máscara e distanciamento social. O plano, idealizado e executado pelo Santuário Nacional se baseia em normas propostas pelas autoridades sanitárias e religiosas.

Por ora, o Santuário Nacional fica aberto das 6h às 18h de segunda a sexta-feira. Aos sábados e domingos das 5h às 20h. No estacionamento, só é permitida a entrada de veículos de até sete lugares. Por determinação da Prefeitura Municipal, automóveis com maior capacidade não podem ingressar em Aparecida. As celebrações no interior da Basílica, que chegavam a reunir cerca de 35 mil devotos, agora vão acontecem com o número reduzido de mil peregrinos.

Só é permitida a entrada com uso de máscara, que devem ser utilizadas durante todo o rito e em todo o complexo. Na parte interior do templo, sinalizações indicam onde os devotos devem se sentar durante as missas. Cada banco comporta apenas duas pessoas, sentadas em extremidades opostas.

FIQUE ATENTO AOS HORÁRIOS

Os horários das celebrações estão passando por alterações. Desde julho de 2020, elas acontecem de segunda a sexta às 6h45, 9h, 12h e 16h; aos sábados às 6h30, 9h, 12h, 16h e 18h e aos domingos às 6h, 8h, 10h, 12h, 16h e 18h. As procissões, que outrora aconteciam aos sábados e domingos, estão suspensas até nova ordem.

“Neste ano (de 2020), não será possível realizar a romaria com a participação do povo, como seria desejável e belo, e como vem acontecendo ao longo de 119 anos. Estamos em plena crise sanitária e ainda deverão ser evitadas as aglomerações que favorecem o contágio, quer na viagem, quer no santuário”

ODILO PEDRO SCHERER • Arcebispo de São Paulo
0 Anos
de atuação
0
Pesquisadores e voluntários
+0
Casos acompanhados

INFORMAÇÃO SALVA VIDAS

A Associação Férias Vivas criou um portfólio de ações voltadas para a disseminação do turismo consciente. No site da ONG  é disponibilizada uma biblioteca dedicada ao tema, com dicas de prevenção e segurança, artigos de gerenciamento de risco, análises sobre a legislação vigente, assim como orientações jurídicas para as famílias vítimas de acidentes.

Recentemente, lançamos o aplicativo Eu Vivi Esta Experiência, uma ferramenta colaborativa que melhora a experiência dos turistas nas viagens e contribui para o aumento da segurança das atividades turísticas.

Projetos