Project Description

JALAPÃO – TOCANTINS

O QUE SABER ANTES DE IR

Fazer turismo no Jalapão é se proporcionar um momento de conexão com a natureza em que você desafia seus limites em atividades pré-programadas. Se for prestada por profissionais qualificados, a chance de ter problemas diminuem drasticamente e o passeio se torna pura curtição.

A sua experiência dependerá da empresa contratada e da infraestrutura do destino visitado. Por isso fique atento, pois a falta de fiscalização no Brasil deixa o turista correr riscos desnecessários. Além disso, permite que muitos estabelecimentos operem sem sequer saber que há regras mínimas obrigatórias de segurança. Estabelecimentos estes que não estão preocupados em atuar de forma legalizada, e muito menos em treinar suas equipes, realizar manutenção de seus equipamentos ou zelar pelas famílias que hospedam. Prestadores de serviços que não possuem qualificação não sabem reconhecer uma situação de risco e não estão aptos para imprevistos e emergências.

Jalapão é ainda é um destino pouco conhecido pelos brasileiros, mas se desponta pela qualidade no atendimento e pela paixão dos locais para receber bem seus clientes.

Você já sabia que existe uma norma criada para definir regras de segurança para passeios de aventura?

Pergunte sempre a empresa que vai prestar os serviços está operando dentro da norma ABNT 21.101. Esta é a norma que define os requisitos de Sistema de Gestão de Segurança para o turismo de aventura. Um empresa operando dentro das normas irá realizar previamente a avaliação dos riscos das atividades e oferecer equipamentos de proteção de individual. Além de realizar o correto treinamento da equipe e se preparar com protocolos de atendimento emergencial, para colocar em prática se necessário.

Caso não receba orientações sobre a sua segurança ou caso tenha a impressão de que o local está descuidado, desista do passeio. E, principalmente, não escolha só pelo preço. No turismo, o barato sai caro! Fique sempre atento à capacitação dos profissionais antes da contratação de sua viagem. Uma empresa que trabalha com segurança e com profissionais credenciados oferecerá maior tranquilidade para a sua viagem.

DICAS PRECIOSAS

  1. Quem possui costume de viajar sozinho não deve se esquecer de informar alguém sobre seus planos. Esta medida de precaução será essencial em caso de emergências.
  2. Sempre fique atento às condições climáticas no período de sua viagem, se estiver com o tempo nublado melhor procurar passeios que não sejam na natureza.
  3. Nas férias, mantenha os mesmos cuidados que toma no dia-a-dia. Certifique-se que você está em boas condições físicas e mentais para realizar as atividades.
  4. Busque uma agência de viagem que se preocupa com sua segurança.

Falar sobre integridade física ao planejar uma viagem pode parecer um exagero para quem olha o mercado de turismo de fora. Porém, quem acompanha a Associação Férias Vivas sabe que a quantidade de guias piratas, hotéis irregulares e agências negligentes é gigantesca. A Associação Férias Vivas já acompanhou mais de 3860 acidentes de turismo. Suas causas estão relacionadas à falta de sinalização, à incapacitação dos profissionais locais e à imprudência de alguns turistas.

O que mais chama atenção é que 99% dos acidentes de turismo poderiam ser evitados.

Com a quantidade imensa de empresas na web, fica difícil para nós como turistas separar as empresas que são legítimas daquelas que estão colocando sua vida em risco. Conheça a consultoria da UPack Experiências e Vivências para montar a sua viagem com tranquilidade.

A UPack Experiências e Vivências apoia a nossa causa, pois acredita que o turismo e a segurança andam de mãos dadas. Trabalhamos em parceria para que cada atividade seja planejada de modo seguro e com responsabilidade. O lucro da agência de viagens é destinado para manter as ações de conscientização realizadas pela Associação Férias Vivas.

JALAPÃO – TOCANTINS

Um destino que reflete todos os melhores sonhos dos apaixonados pelo ecoturismo. Desenhado com os melhores predicativos da natureza, o Jalapão é uma joia brasileira delimitada por cenários intocados, ideais para quem vê na natureza o palco para grandes experiências. Principal atrativo do Tocantins, a região – acessível de carro a partir da capital Palmas – se espalha por mais de 34 mil quilômetros quadrados, lugar para cachoeiras, fervedouros, dunas, chapadões e piscinas cristalinas, num desfile incansável de belezas para serem apreciadas ao longo das cidades de Novo Acordo, Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins. Ao passo que se afasta da capital tocantinense, os cenários vão se transformando conjuntamente, convidando a uma aventura cercada de rusticidade, desta forma, o asfalto passa às estradas de terra, e os simples traços de urbanidade, como placas de sinalização, ficam para trás.

Busque se informar sobre atualizações de abertura e protocolos de segurança de cada local visitado diretamente com os operadores. Este artigo foi escrito com informações da Viaje Entre Iguais e com a colaboração de Henrique Abreu da Jalapão Expedições Ecotrip.

Passeios 4×4

Aqui, a primeira grande dica é se valer dos serviços dos guias locais e de carros com tração 4×4, uma vez que, as alamedas fora e dentro do Parque Estadual do Jalapão são de difícil acesso e o solo bastante arenoso, que se molhado, dificulta todo o passeio. No interior do Parque – uma área que abraça cinco unidades de conservação próximas a Mateiros – a sensação é de plenitude, frente as opções que a natureza coloca diante dos olhos, caso das Dunas do Jalapão, que se apresentam em esplendor em parceria com a Serra do Espírito Santo. Chegar ao topo das dunas para acompanhar o pôr do sol é uma das melhores recordações deste trecho, somada à beleza da vista que se tem do alto da Serra.

Fervedouros

No caminho de Mateiros para São Félix, outro tipo de oásis típico do Jalapão surge na cena, com a chegada dos fervedouros: piscinas naturais que se formam à partir da água que brota na areia. Entre os mais celebrados daqui, o Fervedouro Bela Vista é uma espécie de experiência para ser vivida, afinal, o mergulho neste cartão-postal rende a sensação natural de boiar em águas para lá de cristalinas, cercadas de mata selvagem e um deck perfeito para fotos. Com 15 metros de diâmetro, a piscina ajudou a popularizar o Jalapão, contudo, há mais opções de fervedouros na região, como o Alecrim, o do Rio Sono, o da Korubo, do Buritis, do Ceiça, entre outros.

Cachoeiras

O tom de azul esverdeado da Cachoeira do Formiga é quase indescritível, e, sem dúvidas, é obrigatório passar por aqui para se divertir com os amigos, relaxar a pele sob a queda d’água e ainda acalmar o calor que domina o corpo. A Cachoeira da Velha (foto) é tida como a mais bonita daqui, ideal para a prática de rafting. O formato da cachoeira impressiona, semelhante a duas ferraduras com 50 metros de largura. As quedas da Cachoeira da Velha – as maiores de todo o Parque Estadual do Jalapão, com cerca de 10 metros de altura – formam uma espécie de véu, e os aventureiros encontram um cenário memorável para as curvas cheias de emoção do rafting.

Jalapão Expedições

Artesanato local

Antes de retornar para casa, duas outras paradas são imprescindíveis: a primeira no povoado de Mumbuca, que se distingue pela produção de artesanato à base do capim-dourado, dando forma à pulseiras, brincos, colares e artigos de decoração. A segunda – a cerca de 35 km de Ponte Alta do Tocantins – na Pedra Furada, uma formação rochosa que após erosão adquiriu a forma peculiar, rendendo fotografias espetaculares e um pôr do sol para lá de memorável. Para viajantes com a aventura no sangue, não há como resistir aos encantos do Jalapão.

Os municípios da região do Jalapão irão ainda anunciar o plano de retomada para o turismo.

ALERTA
0 Anos
de atuação
0
Pesquisadores e voluntários
+0
Casos acompanhados

INFORMAÇÃO SALVA VIDAS

A Associação Férias Vivas criou um portfólio de ações voltadas para a disseminação do turismo consciente. No site da ONG  é disponibilizada uma biblioteca dedicada ao tema, com dicas de prevenção e segurança, artigos de gerenciamento de risco, análises sobre a legislação vigente, assim como orientações jurídicas para as famílias vítimas de acidentes.

Recentemente, lançamos o aplicativo Eu Vivi Esta Experiência, uma ferramenta colaborativa que melhora a experiência dos turistas nas viagens e contribui para o aumento da segurança das atividades turísticas.

Projetos